Arquivos do Blog

PRAGA – Mocholão II, EuroSummer

Praga, Prague ou Praha…. assim como várias formas de pronunciar o nome da cidade são as faces dessa cidade que mistura, modernidade e ar medieval. Uma cidade, sem dúvidas, com personalidade! Excêntrica!

Pessoalmente, não gostei….. nas já descobri que sou menos que a minoria … Todo mundo volta pagando pau pra Praga.

Mas a Capital da República Tcheca tem sim seus sabores…. Uma noite movimentada, embora com poucas opções, e um dia cheio de atrações. Da Charles Bridge ao Cemitério Judaico.

O que mais me marcou em Praga foi o primeiro contato com a língua e cultura Eslava, diferente de tudo o que eu imaginei.  O hostel foi o pior que já vi em toda a minha vida, mas depois que voltei descobri que tem lugares muito bons pra ficar. O choque também veio porque até então eu só conehcia os países mais turisticos e ricos da Europa. Mas estar em contato com essa outra realidade da Europa, valeu muito a pena.

Anúncios

Berlim – Mochilão II, EuroSummer

Berlim é uma cidade que salva a Alemanha! Okay, guardem as pedras…. Existe Alemanha para todos os gostos, mas pra quem quer uma cidade cheia de jovens, com várias opções de diversão, carregada de história, memórias e informação, É o Lugar!

Eu me surpreendi com a Berlim “real”, muito diferente daquela descritas nos livros de história-política.  Por falar em história, a sensação de “pisar” sobre a história, quando se toca no que sobrou do muro de Berlim é voltar ao passado da Guerra Fria.

Berlim é uma mistura de muita coisa, uma cidade plural, democrática, cosmopolita. A cidade se adpta ao jeito de cada turista. Valew muito a pena! #Ficadica

Frankfurt – Mochilão II, EuroSummer

Renatolalonge encara mais um mochilão, desta vez aproveitando o verão europeu. A promeira parada foi em Frankfurt, segunda cidade da Alemanha, também conehcida como Capital Financeira do Pais.

Mistura tradição com modernidade, orgulha-se dos seus arranha-ceus revestidos de vidros espelhados e prédios modernos, mas também reserva do outro lado do Rio Main, arquitetura classica da cultura Alemã.

Tinha reservado pela internet o Hostel mais barato e como não conhecia a cidade, pelo mapa não percebi que Ostenbach era um lugar afastado de Frankfurt. Assim preferimos procurar um hostel mais no centro, já que a passagem de metro iria custar 3,90 euros, para ficarmos cada viz que quisessemos ir para o centro e tal…

Ah… isso descobrimos graças a uma abordagem duvisoda de uma chinesa que nos deu um “welcome” suspeito, ainda no aeroporto…. no caminho aidna ofereceu a própria casa para que nos hospedássemos por miseros 30 euros por dia…. Assim, 5 minutos depois de “nos conehcer”. Alguém toparia??? Boa Sorte! Eu corri e saltei na primeira estação!

Achei a cidade muito organizada, limpa, assim como eu imaginava a Alemanha, povo acolhedor, comida boa… mas muito parada, pelo menos no fim de semana fecha tudo! Sem movimento nas ruas… cenário de Walking Dead… Não sei pra onde vão os moradores!!! Ah, outro detalhe, a cidade também dorme cedo….os jovens se reservam nos Pubs discretos, sem muito barulho.

Foi em Frankfurt que conheci a rede dm de Drugstore e me apaixonei logo de cara, segue as lojas por toda a Europa oriental, os preços são ótimos e vale comrpar produtos da propria marca.

Outro ponto que jamais me fará esquecer Frankfurt é que passei meu aniversário lá…. com uma generosa fatia de Cheese Cake…. Não era como o da Factory, mas tinha seu encanto.

O My Zeil (shopping) tem tudo o que há de mais moderno em tecnologia e arquitetura!!! Vale a pena conhecer….. Chegar na europa por Frankfurt é certeza de boas vindas do continente.

EuroSUMMER – The Trip 2 | Mochilão

Renatolalonge se prepara para mais um mochilão. Retorno para a Europa em menos de um ano. Depois de provar o outono Europeu, em Outubro de 2010, agora é a vez de sentir o verão, o calor e a lotação da Europa em Junho/Julho de 2011.

Na primeira vez na Europa criei o Roteiro Clichê com Portugal, Espanha, França, Italia, Belgica, Holanda e algumas extravagâncias pela Suiça. Desta vez, com um pouco mais de experiência e menos dinheiro me aventuro por parte da borda oriental. Incluindo Alemanha, República Tcheca, Polônia, Slovakia, Austria, França (de novo e nunca boring) e Inglaterra (sem medo).

Segue a versão final do mapa com meu roteiro. Está é a quarta versão!

Serão outros 22 dias e desta vez vou acompanhado com Ben-Hur Oliveira. Dois jornalistas na Europa. Além de muita diversão, acho que a viagem vai render fotos, vídeos e relatos ainda melhores. Também ousei um pouco e decidi viajar mais de ônibus, uma forma de conehcer mais detalhes da Europa – Mentira, é porque é mais barato, kkkk.

Europa no Verão é destino para Americanos! É tudo muito caro e muito contetitivo. Hostels, Pasagens, tudo lotado e com preços altos!

Agora mais maduro em relação a Mochilão e à Europa vou regravar alguns vídeos com novidades práticas. Acho que vai ajudar ainda mais os visitantes e interessados.

Sobre o Roteiro, eu consegui – pela primeira vez – entrar por um lugar e sair por outro – dessa forma ganho mais tmepo e economizo a passagem de voltar para o país de entrada.

Por enquanto é só, em breve mais algunas informações.

P.S: Aceito sugestões dicas sobre os roteiros!

Abraços,

 

MADRID EuroTrip (Resumo Mochilão 8)

Em Madrid eu começei e terminei minha EuroTrip. Confesso que na segunda ida para Madrid eu gostei mais, aproveitei mais e descobri muito mais da cidade!!!!

A Espanha é muito legal, definitivamente! Se eu pudesse traria a Calle Fuencarral dentro da minha mochila!

É tanta coisa pra dizer que, ah! to com preguiça!

Curtam o vídeo e conheçam um pouco mais de Madrid!

 

Abraços a todos que me acompanharam nessa expedição cultural por parte da Europa. Ano que vem tem mais. Eu sempre digo: Vem Junto!

 

Amsterdam EuroTrip (Resumo Mochilão 7)

Olá leitores,  Amsterdam, na Holanda, talvez seja a cidade que aguça mais curiosidade nas pessoas de qualquer lugar do mundo!  A legalização da prostituição e do consumo de maconha fazem dessa cidade um grande laboratório de experiências e sensações! Eu fui pra lá… e pude conhecer outras faces dessa mesma cidade. A Amsterdam dos museus, de Rembrandt, de Van Gogh, de Anne Frank de novos amigos  e entre muitas pontes e canais gravei duas situações que apresento aqui como Amsterdam Previsível e Amsterdam Imprevisível!

Estava eu e o Greg (outro amigo mochileiro) andando à noite em Amsterdam, fazendo um típico “reconhecimento de área” pelas ruas do Red Light District (confesso que era em carater investigativo) quando seguimos a mutidão e a gritaria e entramos de bicão em uma espécie de boate ou bar, enfim…. Simplesmente acabamos invadindo um concurso internacional de Malabares, disputado por Bartender…. Bem ao estilo de Cocktail (filme da década de 1990 estrelado por Tom Cruise). Nem sabia que estava filmando o grande campeão da noite. Um show de técnica e criatividade!

No dia seguinte, fomos tentar um Free Walking Tour. O ponto de encontro era na praça do Obelisco. Bem no centro de Amsterdam. Tinha um monte de gente por lá… de várias cores, sotaques e até um grupinho com violão. Me animei! Achei que todos estavam lá para o passeio. Me aproximei da rodinha musical e reconheci a melodia, estavam cantando “Blessed be Your Name” e eu sabia a letra!!!! Começei a gravar e a cantar junto!!! Foi muito legal… ali na capital mundial das vitrines de prostitutas e da maconha autorizada…. onde todos pensam ser a babilônica da nova era… vi um grupo de jovens ativos, alegres e unidos … cantando música Gospel! Coisa que não ví em nenhuma das outras 11 cidades de 7 países que percorri! Essa foi a Amsterdam IMprevisível

 

 

 

Genebra – EuroTrip (Resumo mochilão 6)

Sabe aqueles imprevistos que, desculpe a redundância, nos pegam de surpresa?!

Assim foi Genebra! A capital do cantão francês da Suiça surgiu no meu roteiro como um scape!

A rota orginal era sair de Zurich e ir direto para Paris, tava bom um só lugar na Suiça, qualquer atraso naquele país siginifica muitos francos suiços à mais….. Mesmo sabendo o quão interessante e diversificado é a Suiça.

Mas ali encontrei o primeiro imprevisto! O serviço ferroviário da França (estatal) estava em greve e todos as outas linhas ativas estavam cheias! Eu lá com meu EuroRailPass fiquei no fim da fila!!!! Muito cuidado quem quiser comprar esse ticket para a Europa!!! Tem lá suas desvantagens!!!

Então para sair da Suiça tive que comprar um passagem integral para Genebra e só então dois dias depois seguir para Paris! Lá foram CHF124,00 ! Bom, já que estamos na chuva vamos cantar Sing in the Rain!

Com isso inclui uma cidade maravilhosa e super relevante no contexto global! No vídeo vocês vão conehcer um pouco disso que eu estou falando.

Junto om o bônus bem o ônus e depois outros bônus e assim a vida segue ….. Em Genebra peguei muit frio e uma baita gripe, gastei mais CHF 50,00 em medicamentos…. Mas em 24 horas já estava 90% Só foi chegar em Paris e fiquei 100% outra vez! rs…..

Roma – EuroTrip (Resumo Mochilão 5)

Andar por Roma é se sentir como o professor Henry Johnes Junior. Isso mesmo….. Sem o “Indiana” e o chicote. Mas acreditamos que a qualquer momento vamos encontrar algum tesouro escondido no meio de tantas ruinas. A cidade é uma grande e ativo sítio arqueológico….

Estava eu feliz, serelepe e pimposo andando pelas ruas do centro de Roma quando tive que desviar o caminho porque a rua (uma vida urbana para carros e pedestres) estava interditada. Lá fui eu ver se era algum acidente, ou obras de pavimentação… Quando me deparo com escavações…. Mais história, ali embaixo dos meus pés!

Em Roma você não irá encotrar aqueles italianos típicos que vemos nas novelas da Globo, nada de muita gritaria e gesticulações…. Isso porque a cidade já está bem internacionalizada… E embora o sotaque seja familiar, falar, ou entender, italiano não é tão simples assim…..

Ah! cá entre nós….. as pizzas brasileiras são mais gostosas!!!! E com catchup ainda!!!

Mas o mais engraçado de Roma é que a cidade tem mais igrejas que qualquer outro tipo de prédio….. cada igreja tem um sino… pense você ….. quando dá seis horas da tarde…. A cidade fica ensurdecedora… com o tanto de sino tocando ao mesmo tempo!!!!!

Eu fiquei hospedado do Hostel Casa Omalta e o prédio tinha um terraço que dava pra ver o Colisou todo aceso com luzes decorativas de noite. Lá a gente se reunia para conversar e também rolavam as “Pasta Party”…. Foram bons e inesquecíveis momentos!!!!

No mais você acompanha no víde, incluindo minha indignação com o Vaticano! (sem comentários)

 

 

Quer saber mais sobre Roma?

escreva pra mim! renato.mart@gmail.com

Barcelona – EuroTrip (Resumo Mochilão 4)

Olá,  o destino agora é Barcelona. A principal cidade do Estado da Cataluña e a maior rival de Madrid. Após sediar os jogos olímpicos de 92 a cidade se descobriu uma potência cultural e estrutural na Espanha. Foi uma das cidades onde eu gravei menos vídeos. Isso porquea cidade é tão boa que eu curtia mais do que gravava. Tentei fazer um vídeo auto-explicativo, como vocês vão conferir em seguida.

Das 11 cidades que eu conheci de 7 países diferentes, sem dúvidas eu escolheria Barcelona para viver. E justifico o porque:

1 – Clima Mediterrâneo –  tem mais dias de calor e sol que os outros países Europeus

2 – Clima Latino – as pessoas se parecem mais com a gente, são calientes, amistosas, expressivas

3 – Praia – as águas esmeraldas e mornas do Mediterrâneo deixam um clima de litoral sem o cheiro de maresia no ar (para quem gosta, tem um trecho da praia onde é permitido o nudismo. E posso afirmar que tem muitos adeptos do estilo “Adão e Eva”)

4 – Cultura e História – tem todo um apelo cultural na arquitetura de Gaudí e a paixão pela cultura Catalã, que fazem da cidade um lugar único

5 – Comportamento Ambiental e Social – ninguém mexe com ninguém, todos são respeitosos, e a cultura ambiental está presente no dia a dia, nas práticas simples.

Sim, eu trocaria Paris, Roma, Zurich, para viver em Barcelona. Bom, você pode tirar suas próprias conclusões! (Veja o vídeo)

 

Paris – EuroTrip (Resumo3)

Olá leitores, o terceiro vídeo da saga Mochilão é sobre Paris. Mas não o clichê da Cidade Luz, com todos os estigmas de Romantismo como a gente sempre imagina que é! Também não é decepcionando assim… Só que quando a gente anda por essa cidade percebe que o marketing foi muito bem feito!

E por falar em Marketing Paris é o principal destino de Turismo do MUNDO! recebe mais turistas do que New York, acreditem!

Bom…. melhor que Paris, são os Parisienses…. no hostel que eu fiquei, havia dois franceses no meu quarto que eram de outras regiões da França e foi uma boa oportunidade de desmistificar alguns mitos… Eles fizeram questão de dizer:

1 – Nós tomamos banho sim! (até eles sabiam da fama) Acontece que como temos uma grande industria de perfumaria e um comportamento arquitetônico de banheiro por andar as pessoas acham que não gostamos de banho, mas isso não é verdade!

2 – Não somos os mais românticos! É bullshit esse papo de que os franceses são encantadores… nem sabemos o porque do beijo de língua ser chamado de “French Kiss” (se eles não sabem, muito menos eu!, né)

Da mesma forma pediram pra eu confirmar, ou não, o novo mito das brasileiras:

“É verdade que todas as brasileiras tem sulicone nos peitos?”

Antes de responder fui tentar compreender o porque dessa fama:

1 – o Brasil é um País referência em cirurgia plástica. Aqui é barato, seguro e fácil colocar proteses de silicone com garantia

2 – A maioria das brasileiras que vão para Paris são da classe média, alta, universitárias, filhinhas de papai, bonitas ..

Então… super que compreendi a pergunta do amigo francês, e não tinha argumentos para negar! “Sim… muitas jovens brasileiras colocam silicone”, respondi. Ele não escondeu a cada de decepção…

Por outro lado, o outro coleg francês, estudante de arquitetura, me deu uma aula sobre Brasilia. Na faculdade, em Paris, Oscar Niemeyer é matéria de estudo! (pensa no orgulho).

Mas hoje, sem dúvidas, o cartão postal do Brasil na França chama-se “Lulá”, preferido de Sarkozy, é nome fácil na boca de qualquer frances,  o elogio é unânime!

Bom…. tem muita coisa pra falar sobre Paris. Que ainda assim é encantadora (sem querer entrar em contradição). Mas vejam esse vídeo com um resuminho do que aprontei por lá.

Resumindo Paris:

Hostel – Blue Planet,  prédio velho, apertado, sem muito conforto, mas a localização compensa tudo! Ao lado (coladinho) na Gare de Lyon! dá para aproveitar uma das melhores malhas de metros da Europa!

Comida: foi um dos lugares mais difíceis para comer… Acredite se quiser! Para um mochileiro, pelo menos, achei que falta variação nas opções “acessíveis”, só existem Baguetes…. secas e duras! Comi para conhecer um sabor local, mas não sustenta, não são gostosas e são caras!

Quer saber mais sobre Paris? escreva para renato.mart@gmail.com