Minha Cidadania Italiana: o passaporte para o mundo

Meu bisavô morreu lavrador. Escolheu o solo brasileiro para plantar seu suor e seus sonhos. Aqui deixou sua semente que perpetuou por gerações. Em mim floresceu o resgate do seu legado. Sua herança hoje reconhecida. Sou brasileiro, sou italiano, sou um cidadão do mundo. Nono Francesco Palermi, eu honro sua história, que agora também é minha!”

IMG_0151

Conquistar o reconhecimento de um legado deixado pelo meu bisnono é uma alegria que palavras não conseguem traduzir o significado desse pedacinho de papel ai na minha mão!

 

Minha história, veja bem não minha saga, com a Cidadania Italiana é dividia em dois momentos: o primeiro que levou 10 anos, como muitos aqui, juntando documentos e dinheiro, caindo em armadilha de patronatos, nos encantos dos assessores celebridades que cobram em “PRATa” e te tratam como mais um número, promessas falsas e informações erradas!

 

O segundo momento foi mais curto: levou apenas dois meses: começou quando conheci a KF Bia Santos e a GCS Cidadania Italiana com Bia Santos. Um mês conversando e outro mês trabalhando!

Para aqueles que ainda estão no primeiro momento: se eu puder fazer algo para ajudá-los a não perderem 10 anos e muito dinheiro, vão direto para a Bia.

Não se prendam no menor preço, não se rendam ao nome mais famoso. Eu escolhi a pessoa que mostrou ser mais humana, que sonhou junto comigo, que me pegou pela mão do começo ao fim. Que não me tratou como mais um contrato ou mais uma cifra. Alguém que usou de transparência, ética e comprometimento em todos os momentos. Sempre jogou com a verdade e sempre com humildade. E que também exala competência, conhecimento das leis, das práticas, tem portas abertas em muitos locais, é reconhecida e respeitada, não tanto pela internet, mas pelas autoridades italianas. Que respeita o dinheiro do cliente e que é justa, no preço e no trabalho que faz.
É claro que chegar a etapa final depende de muitas variáveis, nem todas do controle do assessor, mas felizmente eu não fui o primeiro e nem o único que conseguiu a Cidadania em 30 dias.

Como eu passei por cada etapa – tanto as boas quanto as más – acho que tenho experiência e vivência para falar sobre o processo de Reconhecimento de Cidadania Italiana Jure  Sanguinis. Então, me coloco à disposição para ajudar com informações, dicas e compartilhar minha experiência.

Escrevam para renato.mart@gmail.com

13346967_1096500727082060_8115171415706467423_n

Anúncios

Sobre Renato Lima

Jornalista, psicólogo, mochileiro e observador de comportamento.

Publicado em 19/06/2016, em Portifólio, Viagem e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: