Wicked uma viagem por dentro de si mesmo!

Em 2007 eu estava morando em Nova Yorque quando, andando pela Broadway, me deparei com o billboard do show Wicked. Acheio confusa a imagem, quase nao identifiquei que eram duas mulheres, uma branca e uma verde. No cartaz aidna falava sobre uma viagem pelo Mundo de Oz… minha primeira pergunta foi  “Cade a Dorothy?”. Juro que na hora nem dei bola….. mal sabia para o que eu estava dando as costas….

Depois fui estudar um pouco e ver que o espetáculo está em cartaz desde 2003 e já ganhou 4 Tonys Award (0 Oscar da Broadway). Na época nem sabia quem era Idina Menzel e Kristin Chenoweth duas atrizes e cantoras que hoje acompanho bem de perto e com grande prazer! (( Sem falar que Idina fez o filme RENT, minha primeira paixão da Broadway)).

O roteiro fala do Mundo de Oz antes da chegada de Dorothy… fala sobre duas bruxas Glinda e Elphaba e a dualidade Bem e Mau. Isso é apenas um pano de fundo para um convite a um mergulho pela trilha sonora do espetáculo que já levou um Grammy. Pra mim….. as musicas de Wicked são uma viagem por dentro do próprio ser humano, dessa dualidade que habita dentro de cada um…. a resistência e o impulso…. o Id  e o Superego…. O Ser e o Nada….

Vou deixar apenas duas Musicas que sempre mexem muito comigo. E fazendo uma pesquisa mais apurada encontrei versões mais pops delas que vale a pena ouvir…. Acredito que a letra fale por si mesma e fale com cada um de vc´s também….. Sempre vale a pena mudar For Good e Defying the Gravity por algo que valha a pena. Não estamos sozinhos nesse mundo e são as pessoas, ou melhor, algo dentro de pessoas que mexe com algo que está dentro da gente…. e isso nos move….

For Good

Sam Tsui traz uma versão bem legal de For Good. Escolhi essa propsota porque acho que sai um pouco da voz feminina. No espetáculo é interpretada pela dupla Idina e Chenowith.
Eu ouvi dizer
 Que as pessoas entram em nossa vida por uma razão
Trazendo algo que devemos aprender
E somos levados
Àqueles que nos ajudam mais a crescer
Se os permitimos
E os ajudarmos também.
Bem, eu não sei se eu acredito nisso,
Mas eu sei que eu sou quem eu sou hoje
Porque eu te conheci.
Como um cometa fora de órbita
Ao passar pelo sol
Como um riacho que encontra uma rocha
No caminho para a floresta
Quem pode dizer se eu mudei pra melhor?
Mas porque eu te conheci
Eu mudei.. para sempre.
Pode até ser
Que não nos encontremos novamente
Nessa vida,
Então deixe-me dizer antes de nos separarmos
Muito de mim
É feito do que eu aprendi com você.
Você estará comigo
Como uma marca no meu coração.
E agora não importa como nossas histórias terminem
Eu sei que você reescreveu a minha
Por ter sido minha amiga:
Como um navio desviado de sua rota
Por um vento no mar
Como uma semente deixada por um pássaro
Numa floresta distante
Quem pode dizer se eu mudei pra melhor?
Mas porque eu te conheci:

Porque eu te conheci

 Eu mudei pro bem
E para esclarescer as coisas
Eu peço perdão
Pelas coisas que eu fiz e pelas quais você me culpa
Mas então, eu acho que nós sabemos
Que há culpa para compartilhar.

Defying Gravity

Sim a versão é de GLEE, menos performática tem uma levada romântica e editada! Gostei!
                                                          
Algo mudou em mim
Algo não é mais o mesmo
Estou farta de jogar pelas regras
Do jogo de outra pessoa
Tarde demais pra pensar duas vezes
Tarde demais para voltar a dormir
É hora de confiar nos meus instintos
Fechar os olhos e saltar

É hora de tentar

Desafiar a gravidade
Eu acho que vou tentar
Desafiar a gravidade
E você não pode me puxar ao chão
Será que você não entende?
Está tendo ilusões de grandeza!
Estou farta de aceitar limites
Porque alguém diz que é assim
Algumas coisas eu não posso mudar
Mas até eu tentar eu nunca vou saber
Por muito tempo eu estive com medo de
Perder o amor, eu acho que eu já perdi.
Bem, se isso é amor
Vem com um preço muito alto !
Eu prefiro comprar
Desafiar a gravidade
Me de um beijo de adeus
Eu estou desafiando a gravidade
E você não pode me puxar ao chão
P.S: é possível encontrar as versões ogirinal no Youtube, ou no site  http://letras.terra.com.br/wicked/
Anúncios

Sobre Renato Lima

Jornalista, psicólogo, mochileiro e observador de comportamento.

Publicado em 10/08/2011, em Cult & Filmes. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: