Oprah entrevista Brasileira!

Eu sempre gostei da Oprah Winfrey, é muito legal acompanhar de perto o poder (influência) que ela: uma mulher*, e negra*, exerce sobre a sociedade norte-americana. Ela vende até gelo para skimó, faz e desfaz casamentos, suas falas são levadas mais a sério que de gurus e Ph.D’s, Oprah elege até presidente (não é mesmo Obama?).

O vídeo abaixo (na verdade tem que clicar na imagem para ver o vídeo) mostra a Oprah entrevistando ao vivo uma brasileira, no Rio de Janeiro, logo após a escolha do Rio para sediar as Olimpíadas de 2016. Ela, que fez a maior campanha para Chicago não consegue disfarçar a infelicidade (a cara “blaze” dela mostra que ela não está nada feliz, que culpa nós brasileiros temos?).

As alfinetadas são constantes, fala da violência, das favelas, até das cirurgias plásticas e não se conforma como que os brasileiros conseguem a casa própria! (tah Oprah, não foi legal não, mas a gente te perdoa! Afinal…. temos que nos preocupar mais com 2014 e 2016.. né Sorry!).

Há 30 anos ela está na TV Americana e é amada por brancos  e até pelos sulistas! Como ela faz isso? Mágica! Só pode. A história de uma “negrinha pobre” que só foi calçar o primeiro par de sapatos aos 6 anos de idade, aos 14 engravidou e perdeu o bebe. Depois de muito sofrer na vida real, aparece no papel de Sophie, no filme “A Cor Púrpura”, de Spielberg (assista-o urgente!)… e lá vai ela para mais sofrimento, desta vez na ficção! Mesmo assim ela nunca usou dos seus traumas para se fazer de vítima, pelo contrário, do filme foi direto para o Talk Show, e do seu programa fez o que há anos Hebe Camargo, Marilia Gabriela, Luciana Gimenez, Eliana tentam fazer….. Criar empatia com o público com espontaneidade e muita personalidade. Oprah já assumiu suas fraquezas na TV, contou sobre a transformação do cabelo.. de black power para sedosas e lisas madeichas, assumiu suas formas (e excessos) dizendo que sempre foi gordinha e que vivia a base de remédios para emagrecer (foi recentemente que ela parou de tomá-los e inchou hein!). Sem contar que ela financiou vários espetáculos na Brodway e construiu uma escola para meninas na Africa. Também com um patrimônio de 2,7 bilhões de dólares!

Talvez seja por isso que o público goste tanto dela… identificação com uma pessoa comum (ou quase), lá, do outro lado da tela! Talvez também porque ela representa a quebra de todos os preconceitos norte-americanos, fazendo isso com alegria e simpatia!

Veja mais em http://www.oprah.com

Anúncios

Sobre Renato Lima

Jornalista, psicólogo, mochileiro e observador de comportamento.

Publicado em 06/01/2010, em Cult & Filmes. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: