Modern Family – Seriado

Já havia me esquecido de como é rir com o humor americano. Redescobri isso (e em altas e rasgadas gargalhadas) com o seriado Modern Family.

Uma série extremamente bem humorada (com conteúdo), um texto fantástico, atual, inteligente, criativo, com pitadas de sátira e política, mas sem querer fazer drama ou crítica. É um típico sitcom, comum… com coisas do dia a dia de forma parecer diferente! A construção dos personagens é muito bem sólida. Cada um tem uma estrutura bem definida e muito criativa. A Grande sacada na filmografia é o estilo documentário (copiado do The Office, mas sem exageros e sem aquela lentidão), do nada surgem uns flashs com depoimentos dos personagens sobre o caso, tipo um “confessionário do BBB”. Esse quebra de câmera garante a dinâmica da edição e dá um humor Tarantinesco.

Já o roteiro é muito bom. Os caras conseguem trabalhar com um tema central em cada capítulo, porém fazem uma costura primorosa do assunto entre as famílias/personagens, mantendo a individualidade de cada um.

Eu tinha assistido o episódio piloto e gostei de cara. Mas para escrever algo queria mais substâncias, então esperei meu fornecedor oficial de séries me mandar mais “produtos” (valew PH).

As quartas-feiras estão mais alegres nas TV´s Americanas, a sacada foi do Canal ABC que transmite deste de Setembro de 2009, o mais novo seriado produzido pela FOX (curioso né?).

Ainda não tem muita coisa escrita sobre a série, uma vez que não se popularizou muito fora dos EUA, mas vale a pena procurar para baixar (nesses torrents da vida já tem legendado).

O Seriado narra a história de três famílias muito excêntricas: Jay, um coroa durão, casado (pela segunda vez) com Glória, uma colombiana gata e bem mais jovem que tráz Manny, o filho pré-adolescente gordinho, estilo mini-adulto-intelectualóide. As outras duas famílias são constituídas pelo casal de filhos do primeiro casamento de Jay. Claire, é dona de casa e mãe de família dedicada, casada com Phill, um corretor de imóveis, banana, que vive buscando aprovação e auto-afirmação, eles tem três filhos: Haley, típica adolescente que descobre a libido por celular e MSN, Alex a pequena gênio (parte feia e inteligente da família) e Luke, o garoto que consegue prender a cabeça entre as grades da escada (quase um pestinha autista). Mitchel, irmão de Claire, é casado com  “o” Cam, o casal gay adota um bebe vietinamita, Lily. Esse núcleo é responsável por grande parte das gargalhadas oriundas das reações afetadas pós-adoção.

Modern Family foi sucesso da crítica americana e fez e faz por merecer.

Anúncios

Sobre Renato Lima

Jornalista, psicólogo, mochileiro e observador de comportamento.

Publicado em 06/01/2010, em Cult & Filmes. Adicione o link aos favoritos. 1 comentário.

  1. The Office sabe ser exagerado e inteligente. Em relação à lentidão, nao é possível criar uma narrativa, vamos dizer frenética, levando em conta que a maior parte do tempo os personagens encontram-se ‘confinados’ em um escritório. Porém ainda sim, temos episódios mto bem construidos em lugares nada convencionais… Enfim, The Office é uma ótima série.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: