Dia D da Ortodontia vai orientar sobre problemas de articulação bucal

Dia D da Ortodontia vai orientar sobre problemas de articulação bucal

Mordida cruzada e outros tipos de maloclusões atingem 73% de crianças de 6 a 10 anos de Mato Grosso do Sul

Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) a Maloclusão é o terceiro maior problema de saúde bucal. Popularmente conhecida como mordida cruzada, a maloclusão pode ser causada por diversos fatores, entre eles pela perda prematura dos dentes de leite, respiração bucal, como conseqüência de adenóides ou desvios do septo nasal, uso excessivo de chupeta, hábito de sucção do polegar e hereditariedade.

O presidente da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial em Mato Grosso do Sul – Abor/MS, Dr. Omar Ayoub, explica que a maloclusão é qualquer desvio do encaixe correto entre os dentes (mandíbula superior e inferior), que pode se instalar no ser humano a partir do surgimento dos dentes de leite.

A maloclusão pode ter um componente limitante tanto na estética quanto na saúde física. Os danos podem ser severos, predispondo o indivíduo a problemas na articulação têmporo-mandibular – conhecida por ATM, desvios de postura, problemas periodontais, dores de cabeça e até problemas auditivos.

Mato Grosso do Sul

Um levantamento da Associação Brasileira de Ortodontia e Ortopedia Facial em Mato Grosso do Sul – Abor/MS dos atendimentos realizados na última Ação Global, em maio, revelou que 73% das crianças de 6 a 10 anos apresentaram algum problema de maloclusão. No Brasil, o índice geral foi de 60%.

“Das 230 crianças atendidas, 168 tinham algum problema na mordida. Por isso, precisamos orientar não só as crianças, mas também os pais e todas as pessoas para buscarem um profissional habilitado que possa fazer o diagnóstico e tratamento. Assim, livrar essa pessoa de dores e oferecer a ela um sorriso mais agradável”, comenta Omar Ayoub.

Campanha

O Dia D da ortodontia, promovido pela Abor, será realizado em 21 Estados brasileiros e no Distrito Federal. Este ano a Abor produziu um gibi educativo para atingir o público-alvo da campanha; as crianças. Com uma linguagem específica, o conteúdo informa os pequenos da importância de cuidar da saúde bucal e ver o dentista como um amigo. A expectativa é atender 600 pessoas em todo o país.

Segundo o presidente da ABOR Nacional, Ronaldo da Veiga Jardim, os dados levantados mostram a importância do trabalho de prevenção e orientação. “A orientação no momento adequado, faixa de 6 a 10 anos, é um serviço de baixo custo que pode evitar ou minimizar problemas ortodônticos da população brasileira. Os problemas podem se agravar, caso providências não sejam tomadas a tempo”.

Serviço

Em Campo Grande o estande da Abor/MS será montado no hall Hipercenter Jardim dos Estados (Comper), no dia 11 de novembro (quarta-feira), das 10 às 18 horas.

 

Informações para a imprensa:

Contexto Mídia | (67) 3325 – 4113 e 9207-4499

Dilma Bernardes | (67) 9207-4496

Renato Lima | (67) 9245-7574

 

 

Anúncios

Sobre Renato Lima

Jornalista, estudante de psicologia, mochileiro e observador de comportamento.

Publicado em 06/11/2009, em Portifólio. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: